Vacinas para gatos: saiba como proteger o seu pet

A vacina para gatos é uma forma eficaz de proteger o bichano de doenças, isso porque a vacina cria anticorpos, os quais o seu gatinho ainda não tem, o que o torna suscetível aos vírus e bactérias. 

O primeiro passo antes da vacinação é o felino ter tomado as doses de vermífugo. 

A primeira dose da vacina é entre 45 a 60 dias de vida, caso o seu gatinho seja mais velho, não tem problema, basta agendar a vacinação em uma clínica de confiança. 

Afinal, antes tarde do nunca.  


Quais vacinas meu gato precisa?

As vacinas para gatos são: 

V3:

Protege contra panleucopenia, rinotraqueíte e calicivirose.

V4:

Protege contra panleucopenia, rinotraqueíte, calicivirose e clamidiose.

V5:

Protege contra panleucopenia, rinotraqueíte, calicivirose, clamidiose e leucemia felina.

Vacina contra raiva:

Protege o seu gatinho da temida doença da raiva, que pode ser fatal para o pet, e também, é transmitida para humanos. 

Assim, o número da vacina representa quantas doenças são imunizadas. Vale lembrar que não é apenas uma vez que o pet é vacinado, as primeiras 4 doses são feitas com intervalo de 21 ou 30 dias. 

Após as 4 doses, o reforço é feito todo ano. Portanto, para que o seu pet permaneça protegido é preciso fazer todas as vacinas e o reforço anual. 

Além de escolher, conforme orientação do médico veterinário, qual vacina aplicar no seu bichinho, é importante pesquisar sobre a qualidade da vacina. 


Com quanto tempo devo vacinar meu pet?

A primeira dose da vacina é feita entre 45 a 60 dias. Antes disso não é aconselhado, pois o gatinho ainda está com os anticorpos da mãe, que foram passados através do leite materno, o que pode comprometer a eficácia da vacina.    

A primeira dose da vacina V3, V4 ou V5 são feitas nesse período de 45 a 60 dias, são feitas 4 doses com intervalo de 21 a 30 dias. 

Após essas 4 doses, é feito somente o reforço anual. 

A vacina da raiva é feita com 4 meses de vida do pet, e o reforço é feito anualmente. 


Qual qualidade de vacina escolher?

Existem 2 qualidades de vacina, a nacional e a importada.   

Infelizmente, nosso país ainda não é destaque nessa área, o que faz da vacina nacional uma opção menos segura e eficiente. 

Isso porque não há um órgão responsável pela fiscalização da qualidade, assim, os testes são feitos pela própria produtora. 

Pelo fato de não ter esse critério de avaliação quanto à eficácia, a vacina nacional acaba não tendo a segurança de que o pet irá desenvolver a quantidade necessária de anticorpos para resistir à doença.

Já a vacina importada é analisada pelo Foods Drugs Administration (FDA), o órgão responsável por proteger a saúde, a eficácia e a segurança de medicamentos para humanos e para animais. 

Isso faz com que as vacinas sejam analisadas por um órgão responsável pela segurança e eficácia dos produtos, e não somente feito testes pelo próprio laboratório. 

Além do controle de qualidade, há outros critérios que diferenciam a vacina nacional da importada, como forma adequada de armazenamento, ou seja, temperatura ideal em que as vacinas são guardadas e garantia de produção de anticorpos. 


Depois de quanto tempo meu gatinho está imunizado? 

A ansiedade em levar o pet para passear ou visitar outros membros da família é grande.

Mas, calma, o corpo do animalzinho precisa de tempo para criar os anticorpos. 

O seu gato vai passear e conhecer a família e amigos, mas o ideal é que isso seja feito quando o pet estiver imunizado.

Isso garante a segurança contra as doenças que você não quer se o pet tenha, não é mesmo?

Mesmo que o local a ser visitado não tenha outros bichinhos, o ambiente pode ter bactérias e vírus que o seu pet ainda não tem imunidade para enfrentar. Por isso, o ideal é esperar. 


Mas quanto tempo devo esperar? 

O aconselhado é esperar 15 dias após a terceira dose da vacina. Esse tempo é uma garantia de que o corpo criou anticorpos suficientes para enfrentar a suposta exposição aos vírus.  

 Esperar é melhor do que ver o seu bichinho doente.  


Quais são as reações à vacina?

No dia da vacina e até 48h depois é normal o gatinho apresentar algumas reações, listamos algumas: 

-Apatia 

-Sonolência maior que o normal 

-Dificuldade de se sentir confortável (o pet tende a se movimentar mais, procurando um local aconchegante) 

-Dificuldade em comer

-Perda do apetite 

-Corpo dolorido (principalmente no local de aplicação da vacina) 

-Febre 

-Coceira no corpo (principalmente no local de aplicação da vacina) 


É importante um monitoramento do animalzinho, certificando de que tudo está bem. Caso o pet apresente alguma anormalidade, ligue para o veterinário. 


Vacina anticoncepcional 

A vacina anticoncepcional é utilizada como uma forma de evitar que a gata fique grávida, ou que menstrue.

Porém, esse método é prejudicial para a saúde do pet, devido aos altos níveis de hormônio. Há diversos relatos de formação de tumores devido ao uso de injeções anticoncepcionais em gatas e cachorras.    

O método ideal e seguro é a castração. 

Quer saber como proteger o seu gatinho de fugas? Então, clique aqui e leia a matéria completa sobre o assunto.