Adoção de pet: o que avaliar antes da adoção

A adoção de pet é uma atitude linda e que traz muita alegria, tanto para quem adota quanto para o bichinho que é adotado. Ter um pet enche a casa de felicidade, sendo uma companhia em todo o tempo, em dias alegres e tristes. 

Assim, para que a adoção seja feita de forma responsável, é importante avaliar alguns pontos. Separamos alguns itens que você precisa avaliar antes da adoção de pet. 

Como é a sua rotina?

Um bichinho exige tempo de qualidade, para brincadeiras, carinho, alimentação, banho, escovar os dentinhos. Ter um pet é quase igual a ter um bebê, exige cuidados e bastante atenção. 

Por isso, avalie como está a sua rotina, e quanto tempo você teria para dedicar ao pet. 

Ter pouco tempo não é um empecilho, desde que esse tempo seja de qualidade e bem aproveitado. A rotina da maioria das pessoas é corrida, com uma jornada de trabalho de 8 a 9 horas por dia. 

Com isso, o pet fica sozinho a maior parte do tempo, restando apenas a noite para ficar com o seu tutor, ou seja, você. 

Mas, calma, isso não é um problema, desde que ao chegar do trabalho você reserve tempo para ficar com o seu bichinho, para brincar e encher de carinho.  

Imagine comigo, o animalzinho ficou o dia todo esperando a sua chegada, guardou as energias para brincar com você. Assim, valorize esse amor retribuindo o carinho ofertado. 

A alegria da adoção de pet está em ter tempo, em aproveitar a companhia e o amor genuíno que os animais têm. 


Como estão as suas finanças?

Nem só de amor se vive, não é mesmo? 

Assim, por mais que você ame e queira muito ter um bichinho, avalie como estão as suas finanças. 

Ter um pet exige investimentos, como alimentação adequada, vacinas, cama, cobertinha, banho, tosa, brinquedos, e possíveis gastos extra com a saúde do seu animalzinho. 

Por isso, avalie com amor se você está no momento certo de ser tutor de um pet. Ser tutor é ser responsável pela vida de um bichinho que depende de você para tudo. 

Isso não significa que você precisa ter rios de dinheiro, nada disso. Ter um pet exige investimentos importantes, mas nada luxuoso. O bichinho não se importa com a sua conta bancária, apenas com o seu amor.  


Como está o espaço do seu lar?

Todo bichinho precisa de espaço, e dependendo do tamanho, como porte do cachorro, pode exigir mais ou menos espaço. 

Os animaizinhos possuem energia, e por isso, ter espaço para as brincadeiras é importante. Uma forma de manter o pet saudável fisicamente e mentalmente, evitando o sobrepeso e o tédio, é fazer passeios durante a semana. 

Cada raça e espécie possui suas necessidades, há raças de cachorros que precisam de mais passeios e atividades físicas do que outros. 

Assim, ao realizar a adoção do pet pesquise sobre o animalzinho. 

 

Por que adotar em vez de comprar um pet? 

Não é errado comprar um pet, desde que feito da maneira correta e legal. Se esse é o seu desejo, busque todas as informações sobre o canil, e como os animais são cuidados. 

Essa pesquisa séria e comprometida evita que você financie maltratados.

A adoção evita que os animaizinhos fiquem abandonados pelas cidades, passando fome e frio. Adotar é fornecer um lar seguro e cheio de amor para o pet. 

Há milhares de cachorros e gatos em ONGs esperando pela adoção, é possível encontrar diferentes portes de tamanho, raças, cores e outras características que mais chamam a sua atenção. 

Há quem diga que não é você que escolhe, mas sim o coração. Afinal, adotar é um ato de amor. 

Se você chegou até essa parte do artigo, tenho certeza que é porque realmente deseja ter um bichinho para alegrar ainda mais a sua vida. 

Por isso, separamos uma listinha de itens que você, como um tutor responsável, deve ter para a chegada do novo membro da família. Dá uma olhada:


-Pote para água e ração

-Ração própria para idade e espécie do pet 

-Caminha confortável

-Cobertinha (principalmente se for uma época fria do ano) 

-Alguns brinquedos 

-Preparo da casa (grades, telas, proteção em escadas)

-Pingente de identificação (proteja o seu pet de fugas) 

-Muito amor e paciência

Lembre-se que o seu lar é novo para o pet, por isso, tenha um local fixo para alimentação, para dormir e para as necessidades. Isso facilita a ambientação ao novo lar, o que traz segurança para o animalzinho. 

Exatamente por ser tudo novo, é comum que os bichinhos tentem fugir. Uma forma de proteger o seu pet é utilizar o pingente de identificação, que conta com um QR code, que ao ser escaneado pela câmera do celular, informa você do local onde o pet está

Outro item muito importante é já deixar agendado as vacinas, caso o pet ainda não tenha tomado as 4 doses necessárias para proteção contra doenças e vírus. 

Temos uma matéria sobre as vacinas que os gatinhos precisam tomar, clique aqui para ler. 

 Gostou desse texto? Então envia para os seus amigos, assim todo mundo fica bem informado.